TESTE – INTOLERÂNCIAS ALIMENTARES

Cerca de 25% da população sofre de manifestações clínicas que resultam de alguma intolerância alimentar e conhecer o perfil de intolerância de um indivíduo permitirá que o enfoque dietético do tratamento que o mesmo procura, possa ser mais adequado, atingindo resultados mais rápidos e eficientes. Os alimentos que causam intolerância alimentar podem ser responsáveis pelo fracasso da maioria das dietas de emagrecimento, bem como grande parte dos sintomas dispépticos referidos nas consultas – enxaqueca, retenção de líquidos, flatulência, celulite, distensão abdominal, sobrepeso, fadiga crônica, etc. E ainda, algumas pesquisas têm demonstrado que as lectinas conjugadas (substâncias intolerantes no sangue) estão associadas a diversas patologias crônicas como artrites, lúpus e outras doenças auto-imunes.

CUIDADOS GERAIS PARA O EXAME

– Comunicar medicamentos de uso contínuo – tranqüilizantes, soníferos, antibióticos, corticóides, etc. ;

– Evitar uso de chás, café e bebidas alcoólicas;

– Evitar comer alimentos que não está habituado ou ainda comer em grande quantidade determinado alimento (poderá reagir como intolerante);

No momento do exame:

– Evitar o fumo no dia do exame;

– Na hora do exame retirar metais como relógios, brincos, colares, anéis, piercing, etc;

– Retirar dos bolsos qualquer objeto metálico, moedas, cartões magnéticos e telefones celulares (este deverá estar desligado no momento do exame);

– Evitar uso de cremes, cosméticos, pomadas medicinais, óleos ou loções no dia do exame;

– Lavar as mãos antes de iniciar o exame.

CONTRA-INDICAÇÕES

– Gravidez

– Marcapasso

– Fortes transtornos no ritmo cardíaco

– Crianças menores de 10 anos